terça-feira, 2 de novembro de 2010

Tempo de orar pelas autoridades da nossa Nação (Romanos 13,1-7)

Fazem dois dias do pleito que definiu a sucessão da presidência do Brasil. Os dias que o antecederam foram de céus abertos à mudanças, onde tivemos legalidade para discutirmos, criticarmos os rumos da nação brasileira. Tempo, também, de mostrar a unidade do povo de Deus, em uma só voz, para colocar os interesses do Reino de Deus acima de qualquer outro interesse pessoal, econômico ou partidário. Reino de Deus, também, é princípios da Palavra de Deus, colocado no coração da Nação, através de suas leis e decretos.
Embora tenhamos nos deparado com líderes "espirituais" se engalfinhado na mídia, de forma vergonhosa, saimos, também, vitoriosos, uma vez que os dois candidatos, tiveram que se curvar e mudar o discurso, em prol dos princípios básicos defendidos por nós (seja evangélico, seja católico). Sob este aspecto, repito, tivemos uma vitória. A nossa opinião foi levada em conta. Fica a lição - comprovada estatisticamente, de que, se o povo cristão se unir e priorizar o Reino de Deus, mudaremos o rumo da Nação.
Agora é tempo de obedecermos, como verdadeiros cristãos, o que nos ensina a Palavra de Deus, no livro de Romanos, 13, versos de 1 a 7, de que devemos respeitar as autoridades, porque foram instituídas por Ele! 
É tempo de orar pelas autoridades, constituídas, na nossa Nação. Deus inclina o coração do homem para onde Ele quer. A nós fica a missão de continuarmos intercedendo e profetizando que o Brasil é do Senhor Jesus!    

Nenhum comentário:

Postar um comentário