quarta-feira, 10 de abril de 2013


Os céus Pertencem somente ao Senhor, mas a Terra Ele deu aos homens (Salmo 115:16)

O nosso Pai celestial é um Deus fiel, "não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa" (Num 23:19). Deus age somente na legalidade dos princípios que Ele mesmo estabeleceu. Para Ele não existe impossível, mas o que já foi delegado ao homem realizar, nem mesmo os anjos farão, por um motivo muito simples: A terra Ele deu aos homens.

O livro de Gênesis, registra que o Senhor, após criar tudo o que há no mundo, fez o homem a sua imagem e semelhança para governar sobre toda a terra (Gn 1:26).  Portanto tudo o que diz respeito a vida aqui na Terra é responsabilidade nossa, ou seja, finanças, saúde, conhecimento, tudo.

Deus não largou o homem na Terra de qualquer jeito, mas entregou a ele sementes, instrumentos e princípios.

Sementes -  A palavra - você já observou, como é a vida de uma pessoa que tem
uma linguagem pessimista. Ela é aquilo que fala e pouca coisa dá certo em sua vida, porque é o que declara continuamente: "isso não vai dá certo!", "aquilo não presta!", "ele não vai mudar!", "não vou conseguir!". E não consegue avançar mesmo, porque está aprisionada por uma colheita malígna, liberada por ela mesma, pela sua língua.

O Senhor nos adverte, "morte e a vida estão no poder da língua, o que bem a utiliza come do seu fruto (Pv. 18:21)

Instrumento - Atitudes, também, são sementes Ações como: trabalho, gentilezas, sorrisos e até uma palavra mansa e sábia, abrem portas e liberam o favor do Senhor sobre as nossas vidas (Ef.6:8). 

Todos nós temos uma missão. Nesse momento, alguém está precisando de algo, que só você pode fazer. E quando você resolve, ganha uma recompensa (salário, favor). Se você trabalha, você ganha o seu salário, se você procura sabedoria para administrar o que ganha, você, também, é recompensado. Se você cuida da sua saúde e alimentação a recompensa vem, como mais qualidade de vida.

Observe que todos os exemplos colocados aqui, foram delegados ao homem e se não fizermos a nossa parte é inútil culpar a Deus.

No livro de Jeremias 29:11, o Senhor declara: "Eu é que sei que pensamentos tenho de vós, diz o Senhor. pensamentos de paz e não de mal para vós dá o fim que desejais". Deus quer sempre o nosso melhor, mas entenda desejar não é sonhar e cruzar os braços, mas correr atrás, se esforçar, buscar.

Princípios - Quando fazemos a nossa parte, as coisas acontecem, simplesmente porque já existe um decreto de vitória: "pedi e dar-se-vos-à; buscai e achareis; batei e abri-se-vos-à. pois todo o que pedi recebe; o que busca encontra e a quem bate, abrir-se-lhe-à" (Mt.7:7-8).

Deus não vai fazer por você, algo que você pode realizar, isso, porque Ele não quer filhos
preguiçosos e atrofiados. Ele nos chama como filhos valentes e maduros, que não se deixam levar pelas circunstâncias, que não se conformam com as mentiras e sofismas do mundo, mas que estão dispostos a fazer história, transformar o que precisa ser mudado, para tomar posse daquilo que já está determinado para você (herança). 

O Nosso Deus Fiel é contigo! 

  



Nenhum comentário:

Postar um comentário